Our Destiny - Capítulo vinte e três. / 2ª Temporada.

24 comentários
Capítulo vinte e três – Deixe-me ir.
Um dia a gente se encontra, esse é o nosso destino. 
SeuNome P.O.V’s 

            Entrei na escola arrastando a minha mochila com a Sidney, Jéssica, Benjamim e Thomas junto de nós, Thomas que havia conseguido uma transferência da França, agora estudava aqui. Recebemos alguns olhares enquanto passávamos e algumas pessoas comentava também, eu poderia prever o que estava acontecendo, também poderia imaginar o que elas estavam pensando. Terminamos de andar no final do corredor aonde dava divisão entre os dormitórios femininos e os masculinos. Olhei de soslaio para Benjamim que virou o corredor sem nem ao menos olhar pra nós, encarei Jéssica que arrastava sua mala com apenas um braço enquanto o outro permanecia enfaixado. Finalizamos o corredor parando em frente a uma porta branca com o número dezessete pintado de rosa, Sidney empurrou a porta devagar e acendeu a luz, tinha três camas ali, uma para mim, uma para ela e uma para Jéssica. Os pais de Sidney conversaram com a diretora e depois de um acordo – cinco mil libras pro bolso da diretora – ela deixou com que nós trocássemos de quarto, até porque eu não ia conseguir ficar no quarto com a Aline, Zoe e Paige, acho que me sentiria desconfortável e ao mesmo tempo culpada, mesmo que eu não tenha feito nada, além de que Ben não queria que nós ficássemos juntas, o ano já estava acabando e nós conseguiríamos conviver com isso até acabar.

Jéssica: Fiquei sabendo que o Zayn não voltou, ele não vai terminar aqui.
Sidney: O Niall, o Cameron e o Taylor também não, foram pra outra escola. Os únicos que ficaram foram o Liam, o Louis e o Harry. – engoli a seco e andei até uma das camas colocando minhas coisas em cima e me encostando na beirada.
Eu: Eu tive que terminar com ele. – elas me olharam de uma só vez. – Foi uma ótima decisão, eu não sei o que eu imaginei, não daria certo, ele é totalmente diferente, ele vive em outro mundo, eu sou apenas uma garota com uma bolsa na escola que se meteu com pessoas erradas e agora deve viver com isso.
Jéssica: Não por muito tempo, nós vamos acabar o ano e isso vai acabar junto. Além do mais o Benjamim queria ver o Harry sofrer....
Eu: Bom, ele conseguiu.
Sidney: Conviva com isso SeuNome, você sabe nem tudo é pra sempre. – balancei a cabeça concordando. – Vamos?
Eu: Sim!

            Levantei rapidamente passando na frente da Sidney e da Jéssica abrindo a porta com rapidez, escutamos algumas vozes no corredor e algumas meninas estavam lá, fomos andando em silêncio apenas escutando a conversa das outras pessoas e os olhares sobre nós. Entramos no refeitório e tinha uma grande foto da Camila em exposição junto com algumas flores e velas no canto esquerdo, tinha um lembrete e uma frase “Fará muita falta em nosso cotidiano, mas sabemos que o céu ganhou um anjo” Sem ao menos terminar de ler a frase Sidney já chorava enquanto gaguejava, dizia que a culpa tinha sido dela e que queria que tivesse volta. A abracei de lado e caminhei para uma mesa qualquer no refeitório, assim que me sentei percebi o olhar fixo de Aline sobre mim, e ela usava uma camiseta escrita “Eu sabia que você era problema” e eu logo identifiquei que era pra mim, pra quem mais seria? Eu entrei na escola querendo me encaixar em algum lugar e eles nunca me quiseram só me aceitaram por ser bem-educados e pela insistência da Camila e do Harry, eu acho.
Vi Benjamim entrar no refeitório e andar com superioridade por todo o salão e vir até nós se sentando ao meu lado e puxando meu maxilar tentando dar um beijo em meus lábios mas acabou pegando na minha bochecha, ele apertou a minha coxa com força que a fez doer de leve e virei o olhando nos olhos e agora sim ele conseguiu acertar meus lábios, escutei Sidney sussurrar o nome de Harry e me virei o vendo entrar no refeitório sem ao menos olhar pra nós. Ele tinha seus motivos e eu o aceitava por isso.
            Mas algo me chamou a atenção, no fim do salão perto de uma porta que ia direto para o banheiro eu vi alguém, na verdade o Zayn. Ele estava parado com os cabelos um pouco bagunçados, uma jaqueta de couro preta e luvas da mesma cor, uma calça jeans escura e apertada e um coturno, ele olhava fixo para nós o que me assustava muito, junto dele tinha dois garotos que eu nunca vi antes, ele ergueu a mão e acenou de leve como se estivesse me cumprimentando, logo depois fez um sinal do exército com a mão na testa e piscou saindo pela porta que tinha ao lado. Uns minutos depois – Benjamim tentava conversar com Sidney que respondia meio receosa mas respondia enquanto eu estava paralisada observando em volta – Vi Harry andar em direção a mesma porta pro banheiro e Niall foi logo depois, tudo isso sem que ninguém além de mim percebesse, eles estavam planejando alguma coisa e eu queria saber o que era.

Narrador On. 

            Zayn, seguido de Harry, Niall, Antony – um amigo – Brady, Louis e Liam saíram para o campus da escola e encostaram em um muro, Zayn arrumou o cabelo enquanto Harry conversava alguma coisa sobre horários com Niall, Zayn sabia que o que estava prestes a fazer era covardia, mas ele não se importava, seu coração não batia mais da mesma forma e a sua mente exigia por vingança. Mais cedo havia deixado seu filho, Caleb com a sua irmã mais velha Doniya, a mesma prometera cuidar da criança se algo viesse acontecer com Zayn. Brady e Antony dois amigos de Bradford de Zayn se despediram do garoto só estavam ali para levá-lo a uma visita a sua não mais escola, logo se foram permanecendo somente o quinteto de sempre, Niall, Liam, Harry, Louis e Zayn. Niall e Liam não estavam a favor do que estava prestes a acontecer, mas eles não se importavam, tudo tinha sido uma injustiça por mais que não tenham provas concretas sobre o que aconteceu e que o doutor William esteja na cadeia pelo crime que cometeu, não fora só ele o culpado e Zayn não queria viver com a ideia que, quem realmente machucou a garota que ele amava estava por ai machucando mais pessoas e a fazendo sofrer. Harry não perdoou SeuNome, mas soube toda a história por Zayn, não tinha raiva e nem um pouco de mágoa, mas não voltaria atrás, estava prestes a mudar de vida e não poderia viver com ela de maneira alguma.

Niall: Vamos esperá-lo aqui?
Zayn: Ele virá, não se preocupa. – encostou o corpo contra o muro, lembrou de ter enviado uma mensagem a Benjamim dizendo que precisava falar com ele do lado de fora da escola, sabia que ele não viria sozinha por isso, Harry e Louis estavam ali, Liam e Niall era para outras coisas.

            Quase vinte minutos depois, Harry já estava sentado no chão e Louis mexia com os botões da sua blusa que ia até o joelho, estava fazendo frio e nevava um pouco mas não era incomodativo, Niall jogava um jogo no celular enquanto Liam e Zayn conversavam sobre os cachorros que Liam tinham permanecido escondidos em um galpão por ai. Zayn ergueu a cabeça e mexeu o corpo quando viu a porta de trás sendo aberta e revelar Ben, Thomas e Matthew. Zayn chegou mais perto do garoto ficando frente a frente com ele, o mesmo estava confuso, não sabia o que estava acontecendo e porque Zayn tinha o chamado.

Zayn: Sei porque a SeuNome tá andando com você, sei que você é o culpado da Camila, sei tudo o que aconteceu. Qual é o propósito disso tudo?
Benjamim: Não sei do que você tá fa- – E então Harry derrubou o garoto com um soco.
Harry: CLARO QUE VOCÊ SABE DO QUE VOCÊ ESTÁ FALANDO, TODOS AQUI SABEM NÃO VEM COM ESSA CARA DE VITIMA.
Benjamim: Cale a sua boca Harry Styles, você não sabe o que diz. – falou com a voz embargada e então Louis lhe acertou um chute.
Louis: DUDE CONTA LOGO A VERDADE.
Matthew: Ben, conta logo.
Zayn: Então existe mesmo uma verdade? – então Matthew recebeu um olhar de Benjamim e Zayn se abaixou perto de Benjamim. – Me conta tudo. TUDO OUVIU.
Thomas: Me desculpa por sua perda, Zayn. – soou amedrontado enquanto ele olhava em nossa direção. – Eu não queria que ela morresse, Zayn. Sério.
Zayn: Eu falo com você depois, meu problema é com a garotinha aqui.

            SeuNome que estava desconfiada deu a volta na escola e se escondeu atrás do prédio tendo visão de todos os meninos, Louis e Harry estavam lado a lado e eles olhavam com raiva para Benjamim, Zayn estava abaixado perto de Benjamim também e cobrava informações, queria saber de toda a verdade. Niall e Liam vigiavam Matthew e Thomas para eles não fugirem como covardes dali. SeuNome se aproximou mais conseguindo escutar a conversar e perceber que Zayn queria que Benjamim contasse sobre o que ele tinha feito com a Camila, e depois de quase doze minutos levando socos e chutes de Zayn ele que sangrava pela boca e pelo nariz começou a rir como um psicopata louco.

Benjamim: De todos vocês, a Camila era a mais normal, ela sabia muito bem o que falava e o que estava fazendo, ela era a mais esperta, fez amizades com aqueles que nunca notariam um problema, por exemplo ela estava anêmica e aposto que vocês que diziam amigos dela mal notaram, você – apontou pra Zayn – disse que gostava dela a muito tempo, mas ela estava grávida e o que você fez? Se juntou com Laura se insinuou pra cima dela e transou com a Zoe, todo mundo sabe. – Zayn engoliu a seco e se arrependeu de ter se lembrado disso, lembra-se que tinha ficado as escondidas com Zoe no mesmo dia que havia prometido passar a noite com Cams quando ela disse que havia se sentido mal, ele pensou que ela estava sendo dramática portanto não deu tanto o trabalho de se preocupar, mas hoje estava visivelmente arrependido. – Zayn, ela sofria tanto na mão de todos vocês, além de estar confusa por gostar de dois garotos ao mesmo tempo, era ignorada pelos dois, já que Niall a tratava como nada e você a deixava sozinha para ficar com outras garotas, além de que ela ficou grávida de um idiota, a morte foi um alívio para aquela garota. Eu fiz o certo quando mandei Thomas a levar para aquele hospital, sabia que quem entra nunca mais sai, menos Caleb que é o garoto sobrevivente.

            E antes que Benjamim pudesse continuar Zayn já tinha perdido a calma e subiu em cima do garoto o batendo milhares e milhares de vezes no rosto, os garotos tentavam separar mas era impossível, Zayn gritava coisas desconexas e socava o rosto do garoto sem se importar com nada, seus olhos estavam molhados e sua visão ficando embaçada, Liam o puxou com força jogando o garoto contra o chão e o imobilizando, rapidamente Matthew e Thomas correram pro lado oposto que vieram -para chamarem policiais, a diretora ou algo do tipo- e Niall começou a correr atrás dele junto de Louis. Zayn tentava se acalmar, enquanto chorava ainda mais, sussurrava pra Liam o ajudar e Liam dizia que faria. O ajudou a levantar com cuidado e observou Benjamim no chão gemendo de dor e com vários cortes no rosto.

Zayn: Liam, me ajuda, por favor. – pediu chorando e cada vez mais Liam sentia seu peito se apertar com uma dor inexplicável, SeuNome colocou a mão no rosto sentindo seus olhos se encharcarem e ela deslizou pela parede sentando no chão e começando a chorar sem rumo.

            Liam arrastou Zayn que o abraçava chorava inconsolável até o muro e o sentou no chão, o moreno permaneceu chorando e olhava para um canto fixo pensava em algo não falara nada apenas chorava silencioso enquanto Liam tentava pensar em algo para ajudá-lo. Harry permaneceu encarando Benjamim sem nenhuma duvidas ele estava domado pela raiva e nada mais importava a Harry, se aproximou devagar de Benjamim que o olhou assustado.

Harry: Sei que você usou a SeuNome para me fazer sofrer, sei de tudo Benjamim. Sei que você a forçou dizer tudo aquilo a mim e fez ela sofrer, eu disse pra nunca tocar na minha garota, eu disse pra você ficar longe, machucá-la era como me machucar, todos sabiam disso.

            SeuNome se virou contra o muro para olhar Harry e viu o garoto cheio de raiva dar um chute no rosto de Benjamim, nunca tinha o visto assim, mas sabia que o histórico de Harry era ser agressivo, e cerca de cinco minutos depois, com uma força monstruosa Harry batia com muita força no rosto e no estômago do garoto, não conseguia se controlar, a raiva era tanto que ele não pensou nas consequências e muito menos em quem podia assistir, Liam gritava assustado para ele parar, mas ele não ouvia, Liam sentiu uma forte dor de cabeça e o seu corpo pesar, pensou que ia desmaiar. SeuNome saiu de trás da parede com as mãos sobre a boca e assustada com a força brutal que Harry batia no garoto descontroladamente, e ela correu até o mesmo o puxando para atrás, quase sendo acertada pelo garoto, por sorte Louis havia chegado na mesma hora e puxado a garota pra longe, tudo parecia acontecer em câmera lenta e o sangue de Benjamim já sujava a roupa de Harry, ele parecia um monstro e assustava a todos com isso.
            SeuNome sussurrou seu nome e por mais estranho que tenha sido ele a ouviu, virou a cabeça para atrás como um anima faminto e observando a menina em pé, com os olhos inchados, não conseguia enxergar nada seus olhos estavam totalmente embaçados. A respiração descompensada de Harry fazia seu peito subir e descer com força, ele encarou Benjamim abaixo de si com o rosto inchado, seus lábios, seus olhos, seu nariz estava quebrado e seu maxilar também, mesmo assim quando olhou em seus olhos podia ver o quanto irônico e feliz ele parecia estar, se pudesse sorriria para Harry como um grande louco.
            Pode se ouvir de onde estavam uma sirene alta no local, Harry foi tirado de cima de Benjamim e Louis estava ao lado de SeuNome que estava em estado de choque, Zayn estava no chão mas parecia não ter percebido nada, estava enlouquecido e desligado, mexia os lábios como se conversasse com alguém e olhava para um canto fixo enquanto essa loucura rolava solta. Alguns policiais imobilizaram Harry no chão e algemaram, enquanto não mexiam em Benjamim que gemia de dor. SeuNome então se mexeu descontroladamente quando levantaram Harry do chão e gritaram que ele estava sendo preso por agressão. Ela gritou desesperada e tentou correr até pedindo que soltasse que ele não tinha culpa que fizeram isso com ele, mas Harry mesmo não deixou que ela continuasse.

Harry: Eu quero que você me deixe ir.
SeuNome: Harry, por favor eu te conheço você não faria se-
Harry: Vou ficar bem meu amor. Por favor.


            Não puderam fazer mais nada a diretora e um milhão de alunos surgiram do nada fazendo uma enorme bagunça, gritos e empurrões, SeuNome foi arrastada pela diretora e Harry pelos policiais, para caminhos diferentes, ela se viu perdida no meio da confusão, não sentia nenhum tipo de dor ou sofrimento, nenhum tipo de sentimento a não ser o da perda, mas não havia ficado com dó de Benjamim e imaginou que Harry só estava tentando a defender e agora ela era uma garota livre. Mas Harry ele estava decepcionado com o final que isso tinha tido, ele não queria que tudo se resolvesse assim, ele queria dar um final diferente a uma vida que ele tanto sonhou ao lado de uma garota que aceitasse ele como realmente ele é, e agora ele sabia que tudo estava acabado e que seu futuro não seria mais o mesmo, mas tinha em mente que, pelo menos, a sua garota, a menina por quem ele levou apenas trinta e três segundos para se apaixonar, três horas para descobrir que estava apaixonado e três meses para encontrar, ela estava livre de qualquer mal e poderia recomeçar, esquecer o passado e ser feliz e pra ele a única coisa que importava era saber que ela estava feliz. Porque não existiria destino se ele não acreditasse na felicidade do seu amor verdadeiro.

FIM 

----------------------------------------------
espera, fim só da segunda temporada, ai tem um terceira temporada, então vocês acalmem antes de qualquer momento histérico e de xingamento, ainda há muita coisa pra acontecer, GENTE DO CÉU ESSE BENJAMIM MERECEU ESSA SURRA, TO NEM AI. 
Enfmmm, essa semana eu posto o primeiro capítulo da terceira temporada, um spoiler: a terceira temporada tem como o tema principal, hospital. 
E agora? o que va rolar? 
 VEJO VOCÊS NESSA SEMANA, E DEEM SUGESTÕES DE COMO QUEREM A TERCEIRA TEMPORADA. 
beijosssssssssssssssssss 
Obs: desculpa qualquer erro e peço sinceras desculpas pela briga do Harry com o Benjamim, tipo se te deixou decepcionada ou algo do tipo, minhas desculpas por isso, o verdadeiro Harry Styles nunca agrediria alguém, lembre-se são somente personagens. 

Black Heart - Capitulo 04

10 comentários
Velhos, Novos amigos 
Você nunca esquece o rosto de alguém que te fez se sentir viva.

   O refeitório estava mais cheio que o normal naquela manhã. As conversas estavam mais altas, e as risadas mais escandalosas, e a cada minuto vinha um grito animado da mesa do time de futebol. Motivo de tanta alegria ? ele tinha ganhado o primeiro jogo da temporada. Faltando apenas 5 segundos para o fim do jogo, o brilhante capitão do time, Louis Tomlinson, salvou a partia mais uma vez fazendo o gol definitivo.
    Seunome estava sentada na mesa junto com as meninas. Carol falava de como foi o  jogo e como sua matéria de estreia - graças a Seunome - foi um sucesso,mesmo que o revoltadinho do Zayn Malik tenta ficado muito irritado. Cassie falava com Jessica sobre algum namorado ou garoto de quem ela gostava, Seunome nem estava ouvindo direito mas Jessica lhe perguntou o que achava ela respondeu com um simples " Mande ele ir se danar ", isso servia na maioria das vezes. Mas Cassie revirou os olhos para ela, e Jessica riu, depois disso não lhe perguntaram mais nada e ela também nem queria saber, relacionamentos era um assunto tão chato que dava vontade de vomitar só para passar o tédio.

- Gente, parece, que o nosso badboy se meteu em outra briga - Disse Carol interrompendo o assunto da mesa. Ela segurava seu celular em uma mão e na outra um sanduíche de frango.
- De novo ? - Cassie revirou os olhos - Me conte uma novidade.
- Com quem foi a briga ? Não estou vendo ninguém machucado aqui !
- Eu ,sei la - Ela deu os ombros - Mas pelo o que tudo indica foi com alguém de fora.
- Tomara que tenham quebrado a cara dele.
- Pelo visto não - ela apontou para o ponto onde ele estava, Cassie espiou rapidamente por cima do ombro.
- E como você sabe que ele se meteu nessa briga ?
- Ele deu entrada na enfermaria ontem, as 6 da tarde.
- Ele podia esta doente - respondeu Jessica.
- Muito provável - discordou Clove.
- Bem, aposto que não foi nada tão grave assim, ele me parece bem - respondeu Seunome, mas ela nem tinha virado os olhos para olhar a sua vitima. Aquele era um truque bem antigo, havia aprendido a um tempo atras, imortalizava um cara por pelo menos 3 minutos, depois você virava as costas e corria, mas ela não era do tipo que corria, ela preferia ficar e observar o sofrimento do outro, ou simplesmente da as costas e ir embora. Como ela tinha feito com Zayn.
- Bem, isso nem é uma novidade - disse Clove colocando na boca um punhado de purê de batata - Ao longo da sua vida aqui, você sempre vai ouvir que Zayn Malik se meteu em uma briga. Só ano passado foram 30.
- Exatamente - concordou Amanda - O idiota gosta de chamar a atenção.
- Nunca entendi por que vocês o odeiam tanto - disse Seunome se apoiando nas mãos com as sobrancelhas arqueadas. O que era verdade, Cassie falava no nome de Zayn com tanta amargura como falava o nome de Patricia, mas esse ela já sabia o motivo. Patricia transou com o namorado de Cassie no ano passado, achando que assim roubaria a popularidade da loira, mas ela não precisa de namorado para comandar a escola inteira mas mesmo assim deu uma linda lição em Patricia no dia das pegadinhas com a ajuda do seu amigo, Louis Tomlinson. Que alem de capitão do time de futebol também era conhecido como o rei das pegadinhas. Quem olha para a loira não pensa que ela pode ser tão vingativa.
- Nós não o odiamos. Na verdade, gostamos dele, e só Cassie que realmente o odeia - responde Kisthina.
- Ele não trata a gente como trata as outras por sermos amigas dela - completou Carol ainda concentrada no seu celular.
- E por que ? - Seunome lançou um olhar a Cassie, que cutucava seu bolo de chocolate com a testa franzida.
- Nos temos uma historia. E pare de me olhar assim Marshown, por que eu tenho uma faca e não tenho medo de usa-la.
- Ah, eu paro. Mas só por que eu morro de medo de facas ! - ela fez uma voz força de medo e apesar de tudo, Cassie sorriu.
    Então a conversa tomou outro rumo, alguma coisa sobre quando elas iam no shopping comprar sapatos, mas o olhar de seunome estava longe, percorrendo o refeitório ate uma mesa que fica do outro lado da salão de frente para sua, onde estava sentado um garoto de cabelos loiros. Ele a olhou por sobre o livro como se sentisse seu olhar e sorriu. Um monte de coisa se passaram pela cabeça dela enquanto o examinava. Cabelos loiros como limão, pele branca com papel destacada por seu polover* azul marinho. 
      Ela o conhecia.
- Hey - ela disse virando de uma vez para Cassie - O que você vai fazer de tarde ?
- Estudar na biblioteca com Carol, Suzzane, Brian, Louis e Kevin. Por que ?
-Por nada. Vou levar uma pessoa para o nosso quarto hoje a tarde. Nos vemos depois.
E saiu assim, sem mais explicações. Enquanto ela caminhava com sua bandeja ate o lixo pessoas a olhavam. Era quase inevitável, os cabelos dela estavam rebeldes e soltos, os olhos azuis marcados por camadas e mais camadas de rímel e delineador, os tênis pretos tocavam o chão com rapidez e confiança e a saia cor de rosa balançava em volta de suas pernas fazendo os meninos olharem principalmente para aquela região. E por fim, uma blusa de mangas pretas decotada, se ela era bonita sentada, imagine de pé.
Depois de jogar o resto do seu almoço na lixeira de trás da mesa de Niall Horan, ela se virou e sussurrou em seu ouvido :
- Eai, loirinho ? sei que você não tem par para o trabalho de espanhol, mas se tem, esqueça. Por que agora você é o meu par ! Passe no meu quarto as 2 horas em ponto, nada de atraso.
Se levantou e voltou a andar ate a saída, ela não precisava olhar para trás para saber que ele estaria  na porta do seu quarto as 1:56 daquela tarde.

Ooii pessoas, tudo bom ? espero que sim:) 
Então, o que acham de talvez, um novo casal ? 
hushush, vou tentar postar o mais rápido possível, adoro vocês <3
Obrigada por lerem a fic, comentem, ate mais :*